sábado, 24 de dezembro de 2011

Contente Presente

Eu via um dia
No final do Natal
A sombra da pomba
Que eu sei que criei

Percebi bem ali
Naquela janela
Contente presente

Sou grato de fato
Pelo que receber

Especyalmente tal
Porque é comwa fé
Independente de
Igreja quyalmeja
Ou que não comyo pão

Por se ser quem se é

Nenhum comentário:

Postar um comentário