terça-feira, 17 de setembro de 2013

Decidir


O ente
Sente
Que pende

Do Ventre
Quente
Sob óleo
Fervente

Não há mais optar

Há o escalar
Entre mãos
A tentar
O esmagar
Constante

Ou o cair
Num instante

Nenhum comentário:

Postar um comentário