segunda-feira, 27 de junho de 2011

Gran nada

Dizem que
bandeiras
vão sendo
mudadas

Mas valas
ainda
são valas

Dizem que
chega paz
só porque
polícia
vai se ver

Granada
explode

domingo, 26 de junho de 2011

Entre Ruas Velhas

Entre ruas velhas

Os que andam nelas
Bebem luz de velas
Uma quantidade
Extremada demais

Ignoram elas
Roncando mazelas
O cano qu'espera
Explodir apenas

Xingam gases letais

Porém, só aquela
Lançada por elas
Os cuidados terá

Deixam tantas outras
Em seus ruins locais

sábado, 25 de junho de 2011

Vítima do Estanco

Deixado à própria sorte
quem não conhece se perde

E é levado a morte
pois não há um aviso breve
que o avise quão forte
uma queda que se leve
pode ser contra seu porte

O problema, entretanto,
mora naquele que fala
que não é nenhum espanto
que do transporte se caia

Afinal, "para que tanto"
se pensa sem se ver vala
com as vítimas d'estanco

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Erro do Sistema

Entraram
no nosso
sistema

Olha que
problema

Fariam
tão logo
agora,
que pensam
melhoras?

Fizeram

Um troço
tão assim.
Quem diria,
contra mim?

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Queda Infeliz

Cai
n a v e

D e s c e m
a s   h é l i c e s
p a r a
o m a r

G r a n d e
p e s a r
q u e

P o r   f a m o s o s
c o n h e c i d o s
s o m e n t e
t a v a m
l á

segunda-feira, 6 de junho de 2011

O que chamam de Milagres

No olhar lágrimas fazem
quando se vê que Milagres
com atitude covarde
anda entre corajosos

Ataca a todos eles
e faz chorarem ardentes
por ser inimigos dele

E o ajudam honrosos

Mas, pelo ousar que fere
sua delicada pele
com violência desfere
por momentos horrorosos
armas que nenhuma pede

Yos tiros que aparecem
os heróis jamais esquecem

domingo, 5 de junho de 2011

Quando Heróis Viram Vilões

Heróis viram vilões
por causa de ações
de governos ruins
e pessoas afins
que querem mais pra si

E ainda aqui
continua ação
pra manter ilusão

O governo só quer
eleger a mulher
eleger sucessor
dinheiro sem pudor

E melhor não fica
pros heróis da vida.

sábado, 4 de junho de 2011

Nem um Passo daremos Atrás

Um exército só pra vidas
contra água e contra fogo
com um trabalho perigoso
que causa as dores sofridas

Mas que são mandados a deixar
e dizem se insubordinar
por não quererem deixar seu lar

E nunca haverá saída
para esse empasse torto

Porque para se continuar
é necessário se repensar
como seriam fogo e mar
sem essas pessoas pra salvar
pois vivem mal enquanto dão paz

Nem um Passo daremos Atrás

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Protesto Paradoxal

Nada mais estúpido
do que repetir que é
contra o preconceito
e protestar lei que é
contra o preconceito...

É falta de lógica.

Mas talvez haja algo
que pode até chegar
bastante perto disso

Quando é a verdade
bastante óbvia

Falar de liberdade
d'expressão, religião,
de ser pela família
é falta de compr'ensão.

Vermelho no Rosto

A máquina explodiu.
Deixou marcas no pelo.
Mas não desse que fugiu.
 
E ao ver ao relento
tudo o que se partiu,
o decidir é lento
em temer quem conseguiu
destruir seu sustento.
 
Pois na ponte que partiu,
traz algum complemento
se poder ter um anil
lá, a qualquer momento.
 
Tem-sya cara do Brasil
manchada de vermelho.