domingo, 26 de junho de 2011

Entre Ruas Velhas

Entre ruas velhas

Os que andam nelas
Bebem luz de velas
Uma quantidade
Extremada demais

Ignoram elas
Roncando mazelas
O cano qu'espera
Explodir apenas

Xingam gases letais

Porém, só aquela
Lançada por elas
Os cuidados terá

Deixam tantas outras
Em seus ruins locais

Nenhum comentário:

Postar um comentário